Como configurar as tags RFID e definir a zona de leitura

12 abr, 2022 | Portal RFID, RFID | 0 Comentários

As tags RFID estão entre as soluções mais modernas dovarejo. Basta umaetiqueta para armazenar uma grande quantidade de dados e ler à distância informações valiosas para o controle deestoque einventário, mas também do fluxo e acesso de pessoas e veículos aos mais diferentes espaços, identificação de animais e plantas, além de muitas outras funções.

Nos hospitais, por exemplo, a tecnologia pode tornar muito mais eficiente o acompanhamento dos pacientes e dar mais assertividade às ações de saúde. 

No entanto, justamente por serem tantas as suas aplicações, é preciso saber configurar as tags RFID e definirestrategicamente a zona de leitura. 

 

Como funcionam as tags RFID

A tecnologia RFID permite a identificação e leitura à distância, por sinais de rádio (radiofrequência), de dados armazenados nasetiquetas ou tagsRFID. Por sua vez, podem assumir diversos formatos – pulseiras,etiquetas, adesivos, placas, etc – mas são compostas por uma antena, que se comunica com sensores e leitores, e umchip, que armazena os dados.

Esses dados, são armazenados no formato EPC (Electronic Product Code), que é uma evolução do código de barras. Assim, podem ser lidos a distâncias variadas, sem necessidade de contato, nem mesmo campo visual.

Atecnologia é formada ainda por um sistema informatizado de middleware, que funciona como um intermediário entre as tagsRFID e os leitores. Assim, ele agrupa, filtra e gerencia as informações entre os diferentes equipamentos, organizando o fluxo de dados.

Sendo assim, a configuração dastags RFID e a definição da zona de leitura deve seguir um planejamento prévio, de acordo com a funcionalidade, já que a distância da leitura pode variar estrategicamente dependendo do objetivo do equipamento.

 

Como definir a zona de leitura

Imagine que você deseja um sistema de tagsRFID para fazer a leitura de objetos de valor. Podem ser joias, equipamentos de escritório ou peças de roupas. Nesse caso, podemos criar uma zona de leitura definida por prateleira, por exemplo, com antenas com estreita largura de feixe direcionadas para identificação apenas das tagsRFID que estejam diretamente acima dela. 

Esse tipo de definição de zona de leitura é interessante para ocontrole de estoque. A visualização pode ser otimizada com a conexão de baterias coloridas ao sistema. Assim, a luz verde pode indicar que todos os itens estão na prateleira e, a vermelha, que um ou mais itens foram removidos do local. 

Esse sistema de sinalização por luzes coloridas é bastante utilizado nos estacionamentos dos shoppings, para indicar vagas livres e ocupadas.

Da mesma forma, também é possível personalizar a configuração do software para que as informações de cada item sejam associadas ao EPC da tag RFID. Assim, os dados coletados são enviados para uma planilha Excel, onde as informações referentes à remoção são armazenadas.

Ou seja, assim que um objeto sai da zona de leitura da antena, o indicador visual passa a ser lido. Na tela do computador aparece, então, o EPC da tag RFID com as informações correspondentes, documentando o momento em que o item foi removido.

Esse tipo de configuração é ideal para objetos que precisam de uma zona de leitura bem definida, mas é muito importante fazer testes até chegar à melhor leitura para cada objeto objetivo. 

O importante é usar um tipo de antena que se encaixe nos parâmetros da zona de leitura que pretende criar. Lembre-se também que quanto maior a variedade de itens que serão lidos, maior também deve ser a variedade de tags RFID.

 

Alcance da zona de leitura pode variar

Essa é uma configuração básica para a leitura de tags RFID de itens que precisam de um controle rígido de estoque. 

No entanto, asetiquetas podem ser utilizadas para fins totalmente diferentes, como em pulseiras para eventos artísticos, controle de acesso de pessoas a áreas exclusivas em umaempresa ou, ainda, entrada de veículos em um condomínio residencial.

O alcance da zona de leitura, portanto, varia segundo o objetivo da tag RFID, podendo ser de metros a poucos centímetros. Atecnologia permite que o leitor possa ter várias formas e tamanhos, podendo ser instalada emportais e cabines de pedágio, ou mesmo operadas manualmente por um coletor de mão.

Por outro lado, o campo eletromagnético produzido pela antena pode ser constante, mas também pode ser ativado por sensor se a leitura contínua não for necessária. 

Assim, quando a tag RFID passa pela zona do campo eletromagnético, oleitor detecta o sinal de ativação do circuito integrado do tag e as informações são passadas para o computador.

 

Baixa frequência ou alta?

Outra questão importante em relação à zona de leitura é a escolha entre baixa ou alta frequência. A escolha influencia no resultado e deve ser feita conforme os objetivos que se pretende alcançar com as tags RFID e a configuração desejada.

Sistemas de baixa frequência (30 kHz a 500 kHz) têm alcance de leitura pequeno – e também baixo custo. Geralmente são mais indicados para o controle de acesso a determinados espaços, gestão de estoques e aplicações de identificação animal. 

Já os sistemas de alta frequência (850 MHz a 950 MHz e 2.4 GHz a 2.5 GHz) têm  alcance e velocidades de leitura altos. Mas esse melhor desempenho também acarreta um custo maior. São mais usados em aplicações delogística e trânsito, como cobrança de pedágio automatizado e localização de vagões de trem. 

Por isso, na hora de fazer o seu sistema com tags RFID, procure especialistas no assunto para encontrar a melhorsolução para o seu negócio.

Aproveite para conhecer essecase de sucesso de tags RFID da Haco com o Grupo Cristina e descubra novas possibilidades!

4.7/5 - (7 votes)

Gostou do conteúdo? Confira outros assuntos que podem ser interessantes para você!

etiquetas RFID

Entenda as normativas GS1 em relação as etiquetas RFID

A tecnologia de identificação por radiofrequência, mais conhecida por sua sigla em inglês RFID, já é uma tendência consolidada. Afinal, otimizar o reconhecimento e a rastreabilidade dos itens é a melhor estratégia para melhorar a performance nos negócios. Mas as...
Pontos importantes das etiquetas RFID

Pontos importantes das etiquetas RFID

Já pensou em dar um passo além do código de barras e alavancar seus negócios com muito mais segurança e eficiência? Se a resposta é sim, está na hora de investir nas etiquetas RFID - a identificação por radiofrequência, na sigla em inglês. Elas estão revolucionando os...
rastreabilidade de insumos e importante no seu processo

Por que a rastreabilidade de insumos é importante no seu processo?

Seja qual for o ramo ou o tamanho da indústria, a qualidade dos produtos finais é determinante para o sucesso. Mas é praticamente impossível manter um padrão de excelência sem rastreabilidade no processo. O monitoramento preciso e automático dos insumos pode evitar...
tiquetas RFID para varejo tudo sobre angulo de leitura da irradiacao

Etiquetas RFID para varejo: tudo sobre ângulo de leitura da irradiação

Durante muitos anos os códigos de barras foram a tecnologia dominante no varejo. No entanto, esse cenário está mudando rapidamente com a crescente utilização das etiquetas RFID. A solução oferece muito mais eficiência operacional e benefícios. E uma de suas grandes...
Descarte de etiquetas RFID

Descarte de etiquetas RFID

Quem já conhece a quantidade de funcionalidades das etiquetas RFID pode acrescentar mais duas à lista: o gerenciamento do ciclo de vida de um produto e a indicação da melhor forma de reciclagem ao final da vida útil.  Hoje, a tecnologia é considerada essencial na...
sinais-de-que-você-precisa-otimizar-os-processos-do-seu-negócio

4 sinais de que você precisa otimizar processos do seu negócio

Otimizar os processos da empresa não é uma alternativa, é uma necessidade a qualquer organização. Mas em uma época em que a transformação digital rege os novos rumos dos negócios, muitos procedimentos estão se tornando rapidamente obsoletos. É preciso saber a hora de...
Etiquetas-RFID-e-Metaverso-uma-tecnologia-invalida-a-outra

Etiquetas RFID e metaverso: uma tecnologia invalida a outra?

Etiquetas RFID e metaverso são dois assuntos do momento quando o tema é tecnologia. E não tem como ser diferente em um momento em que os ambientes de negócios estão cada vez mais digitais. O metaverso ainda está dando seus primeiros passos, mas os lucros milionários...
RFID qual a frequencia ideal para a sua aplicação

RFID: qual a frequência ideal para a sua aplicação

Quem está antenado com as novas tecnologias e busca melhores inovações para seu negócio com certeza já ouviu falar na tecnologia RFID.  A solução tem tantas aplicabilidades que pode ser utilizada em praticamente qualquer área: do controle de estoque à identificação de...
pessoa usando uma pulseira de acesso com leitora rfid

O uso do RFID para a gestão e o controle de acesso de pessoas em diversos locais

Muito se tem falado sobre o uso da RFID no varejo, já que a tecnologia é uma das formas mais eficientes, práticas e seguras de identificar e controlar mercadorias. No entanto, outra funcionalidade se destaca entre as empresas: identificar e controlar o acesso de...
Etiquetas RFID - Sequência de etiquetas RFID impressas

Saiba o que pode interferir na leitura das etiquetas RFID

As etiquetas RFID são o que há de mais moderno e eficiente para controle de mercadorias e inventários. Mas não somente: a cada dia novas funcionalidades são agregadas ao sistema de identificação por radiofrequência. No entanto, é preciso atenção para evitar problemas,...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This