Ponto de Venda (PDV): 5 estratégias para montar o seu

17 dez, 2021 | RFID, Tecnologia, Varejo | 0 Comentários

O ponto de venda e os sistemas de PDV são importantes tanto para o marketing quanto para a logística de um comércio. Veja a seguir cinco dicas para ter sucesso com seu PDV.

O que é um ponto de venda (PDV)?

Um ponto de venda (PDV) é um termo usado por comerciantes e varejistas ao planejar a colocação de produtos de consumo, como displays de produtos estrategicamente colocados no corredor de um supermercado.

Nos últimos anos, os pontos de venda têm recebido bastante atenção dos profissionais de marketing. Um PDV é uma grande ferramenta de merchandising por inúmeros motivos, incluindo:

  • chamar a atenção do cliente;
  • fazer uma marca se destacar;
  • informar promoções;
  • educar o comprador sobre o produto.

Após estes motivos, seria legal incluirmos uma imagem de PDV, para não gerar dúvidas

Existe uma diferença importante entre o conceito de ponto de venda e sistema de ponto de venda. Entenda melhor no tópico a seguir.

O que é um sistema de ponto de venda?

Se o ponto de venda é o local onde os produtos ficam expostos no varejo, um sistema de ponto de venda, ou frente de caixa, é o lugar onde seus clientes fazem o pagamento pelos produtos ou serviços em uma loja. Um sistema PDV pode ser físico ou online.

Toda vez que um cliente faz uma compra, ele conclui uma transação no sistema de PDV.

Um sistema de ponto de venda moderno inclui recursos como:

  • monitor ou tablet;
  • leitor de cartão de crédito e débito;
  • impressora de recibo;

leitores de etiquetas (RFID ou código de barras, por exemplo).

Quais são os tipos de ponto de venda?

Cada tipo de ponto de venda tem seus pontos fortes e fracos, mas todo PDV deve se concentrar em chamar a atenção de clientes em potencial. Às vezes, isso é feito usando um anúncio maior ou às vezes com um anúncio mais brilhante.

Tudo depende do local, produto, preço ou promoção. Alguns tipos de PDV físicos incluem

  • régua ou cantoneira de gôndola;
  • ponta de gôndola;
  • display de balcão;
  • stopper;
  • clip strip ou fita cross;
  • ilha;
  • display de chão;
  • display reciclado;

Quais são os tipos de sistema de ponto de venda?

Agora que vimos a diferença entre ponto de venda e sistema de ponto de vendas, além de listar alguns exemplos de PDV, vamos conferir quais são os tipos de sistema de ponto de venda mais comuns.

Sistema PDV desktop

Esse é o sistema PDV operado a partir de um computador ou notebook, seja em um aplicativo, navegador ou sistema local. O sistema é conectado a uma gaveta de dinheiro, um leitor de etiquetas e um leitor de cartão.

O sistema PDV no computador é perfeito para empresas com grandes volumes e movimento, como restaurantes, supermercados e lojas de departamento.

Sistema PDV mobile

Um sistema de PDV mobile, diferentemente do sistema de PDV desktop, é muito menor em tamanho, mas igualmente útil. Ele consiste principalmente em um aplicativo de telefone que se conecta a um leitor de cartão. O PIX integrado tem se tornado cada vez mais popular.

Sendo assim, basta acessar o aplicativo do PDV no celular ou no tablet e começar a vender. Outros acessórios como leitores de etiquetas e impressoras de recibos são opcionais.

Sua grande vantagem é a portabilidade e economia de espaço, permitindo que você efetue vendas na hora. Ele é muito popular com empresas de pequena escala, por exemplo, vendedores ambulantes, feirantes e trabalhadores autônomos.

Sistema de PDV de autoatendimento

Com um sistema de PDV de autoatendimento, os clientes podem passar suas compras por conta própria, em self-checkout, sem a necessidade de nenhum funcionário.

O principal objetivo desse sistema é tornar as operações mais eficientes e, ao mesmo tempo, economizar mão de obra para as empresas.

A configuração de um PDV em um totem de autoatendimento é geralmente semelhante a de um desktop, mas com funções de segurança adicionais. Além dos quiosques, alguns estabelecimentos também têm usado tablets como autoatendimento.

Como fazer um ponto de venda: 5 estratégias

1. Inclua um PDV próximo ao caixa

Uma das estratégias mais tradicionais é usar prateleiras ou expositores ao redor da frente de caixa para mostrar produtos menores e em promoção. Isso motiva compras não planejadas, o que pode impulsionar suas vendas.

Itens como salgadinhos, bebidas, doces e pequenos acessórios são populares nesse espaço. Lojas de roupa costumam incluir meias, bonés, cintos, entre outros itens.

2. Coloque produtos no balcão do caixa

O próprio balcão do caixa pode virar uma prateleira de exposição de produtos menores que impulsionam as compras não planejadas. Exibir produtos em seu balcão também é uma ótima maneira de utilizar o espaço do produto sem ocupar muito espaço.

3. Dedique um espaço às amostras

Outra maneira de aumentar o engajamento do cliente e impulsionar as vendas em torno de seu PDV é criando uma pontos de demonstração — seja para testar um novo produto ou para exibir algum lançamento.

4. Inspire-se em outros exemplos de PDV

Observar exemplos é um passo importante para a organização do ponto de venda. Todo grande varejista traz boas lições de como posicionar seus produtos à venda e chamar a atenção dos consumidores.

Além das exposições visíveis, é importante também entender alguns processos por trás dos pontos de venda, como controle de estoque e dos itens disponíveis no ponto de venda.

A Havan, por exemplo, adotou a tecnologia das etiquetas inteligentes RFID para acelerar o inventário do estoque e reduziu de 5 horas para 15 minutos o tempo de um dos processos de gestão do PDV.

5. Agilize as compras no PDV com RFID

Além dos resultados positivos que a Havan tem obtido com o RFID, como vimos acima, há outros processos que essa tecnologia pode melhorar no PDV.

O RFID pode ser implementado junto ao antigo código de barras tornando o processo de forma muito mais rápida, mais conveniente e reduz a possibilidade de erros, perdas e desvios.

A tecnologia também permite vendas interativas, self-checkout e caixa com leitura praticamente imediata de todos os itens.

Com o sistema RFID, nem é necessário que as mercadorias estejam próximas do leitor – como ocorre com o código de barras. Em alguns casos, estando a dezenas de metros do campo de radiofrequência, a leitura é efetivada.

Isso significa, também, que a etiqueta RFID pode ler em diversas superfícies sem a necessidade de abrir as embalagens.

Ficou interessado em implementar o RFID no ponto de venda? Conheça mais sobre essa tecnologia de etiquetas inteligentes.

 

4.7/5 - (7 votes)

Gostou do conteúdo? Confira outros assuntos que podem ser interessantes para você!

etiquetas RFID

Entenda as normativas GS1 em relação as etiquetas RFID

A tecnologia de identificação por radiofrequência, mais conhecida por sua sigla em inglês RFID, já é uma tendência consolidada. Afinal, otimizar o reconhecimento e a rastreabilidade dos itens é a melhor estratégia para melhorar a performance nos negócios. Mas as...
Pontos importantes das etiquetas RFID

Pontos importantes das etiquetas RFID

Já pensou em dar um passo além do código de barras e alavancar seus negócios com muito mais segurança e eficiência? Se a resposta é sim, está na hora de investir nas etiquetas RFID - a identificação por radiofrequência, na sigla em inglês. Elas estão revolucionando os...
rastreabilidade de insumos e importante no seu processo

Por que a rastreabilidade de insumos é importante no seu processo?

Seja qual for o ramo ou o tamanho da indústria, a qualidade dos produtos finais é determinante para o sucesso. Mas é praticamente impossível manter um padrão de excelência sem rastreabilidade no processo. O monitoramento preciso e automático dos insumos pode evitar...
tiquetas RFID para varejo tudo sobre angulo de leitura da irradiacao

Etiquetas RFID para varejo: tudo sobre ângulo de leitura da irradiação

Durante muitos anos os códigos de barras foram a tecnologia dominante no varejo. No entanto, esse cenário está mudando rapidamente com a crescente utilização das etiquetas RFID. A solução oferece muito mais eficiência operacional e benefícios. E uma de suas grandes...
Descarte de etiquetas RFID

Descarte de etiquetas RFID

Quem já conhece a quantidade de funcionalidades das etiquetas RFID pode acrescentar mais duas à lista: o gerenciamento do ciclo de vida de um produto e a indicação da melhor forma de reciclagem ao final da vida útil.  Hoje, a tecnologia é considerada essencial na...
sinais-de-que-você-precisa-otimizar-os-processos-do-seu-negócio

4 sinais de que você precisa otimizar processos do seu negócio

Otimizar os processos da empresa não é uma alternativa, é uma necessidade a qualquer organização. Mas em uma época em que a transformação digital rege os novos rumos dos negócios, muitos procedimentos estão se tornando rapidamente obsoletos. É preciso saber a hora de...
Etiquetas-RFID-e-Metaverso-uma-tecnologia-invalida-a-outra

Etiquetas RFID e metaverso: uma tecnologia invalida a outra?

Etiquetas RFID e metaverso são dois assuntos do momento quando o tema é tecnologia. E não tem como ser diferente em um momento em que os ambientes de negócios estão cada vez mais digitais. O metaverso ainda está dando seus primeiros passos, mas os lucros milionários...
RFID qual a frequencia ideal para a sua aplicação

RFID: qual a frequência ideal para a sua aplicação

Quem está antenado com as novas tecnologias e busca melhores inovações para seu negócio com certeza já ouviu falar na tecnologia RFID.  A solução tem tantas aplicabilidades que pode ser utilizada em praticamente qualquer área: do controle de estoque à identificação de...
tags rfid

Como configurar as tags RFID e definir a zona de leitura

As tags RFID estão entre as soluções mais modernas dovarejo. Basta umaetiqueta para armazenar uma grande quantidade de dados e ler à distância informações valiosas para o controle deestoque einventário, mas também do fluxo e acesso de pessoas e veículos aos mais...
pessoa usando uma pulseira de acesso com leitora rfid

O uso do RFID para a gestão e o controle de acesso de pessoas em diversos locais

Muito se tem falado sobre o uso da RFID no varejo, já que a tecnologia é uma das formas mais eficientes, práticas e seguras de identificar e controlar mercadorias. No entanto, outra funcionalidade se destaca entre as empresas: identificar e controlar o acesso de...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This