Case de Sucesso – Haco RFID e Grupo Cristina

7 fev, 2022 | Cases de sucesso | 0 Comentários

Um projeto 100% operacional e totalmente aderente ao dia-a-dia das lojas. Com esse pensamento em mente, a equipe da Haco RFID desenvolveu um processo de inventário com a tecnologia de identificação através de radiofrequência para o Grupo Cristina que está revolucionando a rotina operacional da empresa.

Antes da implantação da Haco RFID, a loja da fábrica, a Up Kids, localizada em Blumenau (SC), levava entre dois e três dias para fazer o inventário dos cerca de 20 mil itens.

Além de mobilizar quatro pessoas para a tarefa, a contagem manual por código de barras chega a, no máximo, 86% de acerto, de acordo com os estudos internacionais mais recentes.

Com a solução RFID, isso é coisa do passado. Agora basta uma pessoa para completar o inventário em apenas 50 minutos – e com índice de precisão de praticamente 100%.

Mas as vantagens não param por aí, tanto que o Grupo Cristina pretende expandir o processo para toda a rede e ainda replicar mesmo para clientes que não têm fábrica.

Haco RFID e Grupo Cristina

Haco RFID: fim dos erros e do retrabalho

O sistema é tão preciso que o próprio RFID na retaguarda já identifica se houve troca de algum item e corrige antes mesmo do envio para a loja. Com isso, todas as notas fiscais já chegam 100% corretas.

O alto índice de precisão da solução Haco RFID acabou trazendo mais vantagens. Afinal, com o fim dos erros acabou também a necessidade de retrabalho para corrigir o que havia saído errado.

Mas a agilidade do processo também possibilitou que o próprio inventário pudesse ser feito mais frequentemente. Agora a entrada é feita em poucos minutos na frente mesmo da loja e a contagem é realizada uma vez por semana.

Outra vantagem é que o leitor Haco RFID localiza qualquer item rapidamente na loja, encontrando exatamente o que o cliente pede. A empresa ganha em tempo e em atendimento, melhorando cada vez mais a experiência de compra do consumidor, contribuindo para a sua fidelização.

Ou seja, o projeto da Haco é replicável, acessível e mapeável, podendo ser aplicado não só em todo o inventário da loja, mas também no checkout e como sistema anti-furto.

Grupo Cristina - Haco RFID

Mínimo de interferência no dia a dia da loja

Apesar da solução ser considerada revolucionária em razão da agilidade e do grau de assertividade, todo o trabalho de pesquisa da Haco teve como foco o desenvolvimento de um projeto que tivesse total aderência com o mínimo de interferência no dia a dia da loja.

Apesar de ter gerado algumas adaptações necessárias, a implantação não causou grande impacto na rotina, ocorrendo de forma fluída, sem necessidade de um grande mapeamento de RFID.

O resultado é que o projeto se tornou bastante acessível financeiramente e pode ser aplicado em diversos segmentos do varejo, otimizando processos logísticos, reduzindo custos operacionais e aumentando a eficiência dentro da cadeia produtiva, do controle patrimonial à segurança dos produtos e à geração de valor para a marca.

Grupo Cristina

Pesquisa da Haco apontou os melhores caminhos

Para chegar a resultados tão bons e melhorar ainda mais a performance da tecnologia, a equipe da Haco RFID procurou identificar todos os pontos problemáticos do processo anterior e personalizar a solução.

O projeto começou a ser montado no início de 2020 e entregue em outubro de 2021, resultando no primeiro case de etiquetas RFID reutilizáveis para o varejo inteligente.

Um dos desafios foi a grande quantidade de peças, já que a empresa é voltada para crianças do RN aos 14 anos, com cinco marcas de vestuário, acessórios e muitos outros itens, totalizando mais de 20 mil mercadorias.

Assim, foram desenvolvidas etiquetas Haco RFID para serem aplicadas junto às tags rígidas anti-furto que já eram usadas – e que poderiam ser reutilizadas em outras peças após a dissociação do código de barras anterior.

O projeto ficou ainda mais acessível porque previu a utilização do mesmo software já existente para associar o código de barras às RFID. Com isso, há também menor necessidade de treinamento ou capacitação de profissionais para operar o sistema, que, por sua vez, utiliza apenas dois equipamentos.

A Haco não só esteve à frente de todo o projeto, definindo prioridades, acionando parceiros, mapeando o processo, desenvolvendo as etiquetas RFID e, inclusive, coordenando a própria aplicação das etiquetas RFID nas peças.

Haco e Grupo Cristina

Como funciona na prática

Vale lembrar que o sistema RFID é composto por apenas três elementos: as etiquetas, um hardware formado por antenas/leitores e um programa de gestão (software).

Dessa forma as antenas interligadas ao leitor transmitem os sinais por ondas de radiofrequência que funcionam como requisições para as etiquetas. Estas então são ativadas e respondem às requisições de dados que estão armazenadas no microchip da etiqueta.

Estes dados coletados são então enviados a um sistema de gestão e transformados em informações que poderão ser processadas conforme necessidade.

No case do Grupo Cristina, os equipamentos utilizados são um leitor handheld Acura TLS BTL-1000, uma antena Votu e um leitor Acura Acupad50. Já as tags são Haco RFID, com inlay encapsulado em tag tecido reaproveitável. No total são mais de 20 mil tags com inlay padrão 73×19 com chip Impinj Monza R6.

Desenvolvido pela Votu RFID, o middleware monitora todas as notas fiscais emitidas para o CNPJ da loja, fazendo uma associação prévia “De/Para” das referências de SKU (Stock Keeping Unit), com código EPC, da GS1.

O software também comissiona as tags Haco RFID fazendo a leitura de cada SKU recebido na NF, com a gravação da tag e conferência de gravação (scan/write/scan).

 

Pioneirismo de longa data

A RFID já é uma tecnologia bastante utilizada no Brasil por indústrias e empresas para controle de produção e de inventário, gerenciamento de ativos e automação de bibliotecas e pedágios, por exemplo.

Como líder no mercado de identificação de marca, a Haco busca estar sempre na vanguarda do setor, investindo e integrando soluções tecnológicas de ponta. Para se ter uma ideia, a Haco já desenvolve projetos inovadores em RFID há mais de uma década.

Só em 2012 foram três em segmentos diversificados: tags para identificação de árvores, pulseiras Haco RFID para eventos e para controle de rolos de malha, jeans e camisaria.

Em 2020, a Haco inovou mais uma vez com o desenvolvimento de novas tags de NFC e novos botões de camisaria com chips RFID voltados para lavanderias.

Já em 2021, o projeto de etiquetas Haco RFID reutilizáveis para o varejo inteligente desenvolvido para o Grupo Cristina não só foi mais uma vez pioneiro como veio consolidar ainda mais uma parceria já antiga entre as duas empresas.

Criado na década de 70, atualmente o Grupo Cristina atua no segmento de vestuário para bebê e infanto-juvenil, distribuindo sua marca não só por todo o território nacional, mas também para diversos países das Américas do Norte, Central e Latina, além da Europa, África e Oriente Médio.

Entre em contato conosco e descubra mais sobre as etiquetas Haco RFID reutilizáveis para o varejo e veja como ter também um case de sucesso como este na sua empresa!

4.8/5 - (17 votes)

Gostou do conteúdo? Confira outros assuntos que podem ser interessantes para você!

etiquetas RFID

Entenda as normativas GS1 em relação as etiquetas RFID

A tecnologia de identificação por radiofrequência, mais conhecida por sua sigla em inglês RFID, já é uma tendência consolidada. Afinal, otimizar o reconhecimento e a rastreabilidade dos itens é a melhor estratégia para melhorar a performance nos negócios. Mas as...
Pontos importantes das etiquetas RFID

Pontos importantes das etiquetas RFID

Já pensou em dar um passo além do código de barras e alavancar seus negócios com muito mais segurança e eficiência? Se a resposta é sim, está na hora de investir nas etiquetas RFID - a identificação por radiofrequência, na sigla em inglês. Elas estão revolucionando os...
rastreabilidade de insumos e importante no seu processo

Por que a rastreabilidade de insumos é importante no seu processo?

Seja qual for o ramo ou o tamanho da indústria, a qualidade dos produtos finais é determinante para o sucesso. Mas é praticamente impossível manter um padrão de excelência sem rastreabilidade no processo. O monitoramento preciso e automático dos insumos pode evitar...
tiquetas RFID para varejo tudo sobre angulo de leitura da irradiacao

Etiquetas RFID para varejo: tudo sobre ângulo de leitura da irradiação

Durante muitos anos os códigos de barras foram a tecnologia dominante no varejo. No entanto, esse cenário está mudando rapidamente com a crescente utilização das etiquetas RFID. A solução oferece muito mais eficiência operacional e benefícios. E uma de suas grandes...
Descarte de etiquetas RFID

Descarte de etiquetas RFID

Quem já conhece a quantidade de funcionalidades das etiquetas RFID pode acrescentar mais duas à lista: o gerenciamento do ciclo de vida de um produto e a indicação da melhor forma de reciclagem ao final da vida útil.  Hoje, a tecnologia é considerada essencial na...
sinais-de-que-você-precisa-otimizar-os-processos-do-seu-negócio

4 sinais de que você precisa otimizar processos do seu negócio

Otimizar os processos da empresa não é uma alternativa, é uma necessidade a qualquer organização. Mas em uma época em que a transformação digital rege os novos rumos dos negócios, muitos procedimentos estão se tornando rapidamente obsoletos. É preciso saber a hora de...
Etiquetas-RFID-e-Metaverso-uma-tecnologia-invalida-a-outra

Etiquetas RFID e metaverso: uma tecnologia invalida a outra?

Etiquetas RFID e metaverso são dois assuntos do momento quando o tema é tecnologia. E não tem como ser diferente em um momento em que os ambientes de negócios estão cada vez mais digitais. O metaverso ainda está dando seus primeiros passos, mas os lucros milionários...
RFID qual a frequencia ideal para a sua aplicação

RFID: qual a frequência ideal para a sua aplicação

Quem está antenado com as novas tecnologias e busca melhores inovações para seu negócio com certeza já ouviu falar na tecnologia RFID.  A solução tem tantas aplicabilidades que pode ser utilizada em praticamente qualquer área: do controle de estoque à identificação de...
tags rfid

Como configurar as tags RFID e definir a zona de leitura

As tags RFID estão entre as soluções mais modernas dovarejo. Basta umaetiqueta para armazenar uma grande quantidade de dados e ler à distância informações valiosas para o controle deestoque einventário, mas também do fluxo e acesso de pessoas e veículos aos mais...
pessoa usando uma pulseira de acesso com leitora rfid

O uso do RFID para a gestão e o controle de acesso de pessoas em diversos locais

Muito se tem falado sobre o uso da RFID no varejo, já que a tecnologia é uma das formas mais eficientes, práticas e seguras de identificar e controlar mercadorias. No entanto, outra funcionalidade se destaca entre as empresas: identificar e controlar o acesso de...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This